Reunião discute atuação dos trabalhadores da segurança pública em defesa da data-base

Por
Atualizado em: 24 de junho de 2019

O presidente da AVM, Coronel Washington Alves da Rosa, participou de uma reunião na sede da Adepol, na manhã desta segunda-feira (24), com a participação de entidades sindicais e associativas de diversas categorias das forças de segurança pública do Estado. O encontro foi motivado para definir os trabalhos de mobilização em defesa do pagamento da data-base.

Os policiais civis decidiram iniciar na terça-feira (25) o trabalho em meio período, com o funcionamento das delegacias de acordo com a legislação de carga horária dos profissionais. Ou seja, 40 horas semanais para quem trabalha de plantão e 8 horas diárias, de segunda a sexta-feira, para quem cumpre o regime de expediente. Uma carreata, na tarde desta segunda-feira (24), com início às 14 horas no Parque Barigui e destino ao Palácio Iguaçu, marcou o início oficial das mobilizações da categoria.

Infelizmente, o discurso do governador Ratinho Júnior mudou totalmente e ele não vem cumprindo as promessas de campanha, quando se comprometeu a realizar o pagamento da reposição salarial para o funcionalismo público estadual. Agora, o discurso é que não há verba disponível.

As entidades representativas dos policiais e bombeiros militares se reúnem ainda hoje (24/06), no final da tarde, na sede da AMAI, para definir a atuação em busca da reposição salarial, com o objetivo de pressionar o Governo para que conceda a reposição salarial, cessando as perdas salariais decorrentes do atraso, que já ultrapassam 17%.

× Converse no WhatsApp