I Encontro Estadual de Bombeiras Militares do Paraná

Por
Atualizado em: 29 de junho de 2018

Na manhã desta quinta-feira (28/06, o Corpo de Bombeiros do Paraná iniciou o I Encontro Estadual de Bombeiras Militares do Paraná, que dura dois dias, no Salão de Atos do Palácio Iguaçu, em Curitiba (PR). O objetivo de valorizar o efetivo feminino e abordar temas relacionados ao papel da mulher na Corporação, seus desafios e conquistas, além de proporcionar a proximidade entre estas profissionais. A Governadora Cida Borghetti participou do evento que reúne cerca de 150 bombeiras.

“Vocês, mulheres, bombeiras militares, colocam suas vidas em prol de outras.Esse é um ato de coragem, de amor, uma escolha de trabalho humanitário também; já percebi a doçura com que vocês tratam situações pesadas, muitas vezes de enfrentamento, de socorro, de buscar e de salvar vidas, sem falar do preparo, sabedoria e conhecimento técnico, por isso conseguem fazem a diferença”, disse a governadora.

O Corpo de Bombeiros do Paraná possui 222 mulheres em seu efetivo que é composto por 3.500 militares. Elas estão na Corporação há 13 anos e ocupam graduações e postos desde soldado até capitão.

O encontro está debatendo a atuação das mulheres nos Corpos de Bombeiros sob a ótica da liderança, do serviço operacional e da prestação de assistência qualificada, mediante aos aspectos da responsabilidade, da inovação e da produção de conhecimentos que contribuam para o desenvolvimento das organizações de bombeiros militares.

“As mulheres já conquistaram espaço e, com certeza, cada vez mais está sendo respeitado o trabalho delas. Inicialmente duvidava-se da capacidade da mulher devido à sua condição física, no entanto, ela mostrou que com técnica e esforço tudo é possível e, hoje, já comemoramos 13 anos das bombeiras no estado do Paraná e 41 do ingresso da mulher corporação. Sendo assim, este encontro valoriza e motiva estas profissionais a lutarem cada vez mais por espaço e igualdade”, avalia a Comandante-Geral da PM, que também participou do encontro.

Ainda de acordo com a Comandante-Geral, as mulheres ocupam postos e graduações importantes, funções diferenciadas, desempenham o mesmo trabalho feito pelos homens e vão, assim, “conquistando seu espaço, demonstrando sua capacidade de trabalho, sem deixar de ser mulher, de ter emoções, de se preocupar com as pessoas, e isso é importante.”

O Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Fabio Mariano de Oliveira, que também também esteve no evento, lembrou que está chegando o dia 2 de julho (que comemora o dia Nacional do Corpo de Bombeiros) e, por isso, o evento torna-se ainda mais importante. “Este evento foi organizado pelas próprias bombeiras militares e elas vêm cumprindo a missão de combate a incêndio, buscas e salvamento, ações de defesa civil e, principalmente, fazendo a diferença dentro da nossa corporação”, enumerou. “É a comunidade que ganha com a inserção das mulheres no Corpo de Bombeiros”, garante.

O evento terá quatro palestras: A evolução histórica da militar estadual na PMPR (Coronel da Reserva Remunerada da PMPR Rita Aparecida de Oliveira); Ausência de políticas organizacionais que atendam às bombeiras militares (tenente-coronel do Corpo de Bombeiros de Alagoas Camila Paiva Barbosa); Assédio moral e sexual na caserna: aspectos jurídicos básicos e tópicos essenciais para a discussão (tenente da PMPR Carolina Pauleto Ferraz Zancan); e Mídias sociais: comportamento que transforma sua imagem (tenente da PMPR Michele de Paula Trindade), além de outras atividades.

Uma das palestrantes, a tenente-coronel Camila, é a primeira mulher do Corpo de Bombeiros de Alagoas a comandar um grupamento operacional em seu estado e a primeira oficial mulher (ingressou em 2002). “Tudo o que nós fazemos e que estamos discutindo é visando uma prestação de serviço cada vez melhor para a sociedade, porque é para isso que o Corpo de Bombeiros existe, para servir a sociedade. O foco aqui não é a mulher, é aquele que é o sentido de nossa existência: o cidadão”, explicou.

Entre as bombeiras participantes está a soldado Ellen Schelbauer Carvalho, que entrou na corporação há quase um ano. “Foi através de um trabalho escolar que eu conheci o Corpo de Bombeiros, depois como vítima, quando sofri um acidente, e o sucesso da minha recuperação foi graças ao trabalho dos bombeiros. Isso tudo foi extremamente essencial para eu escolher a profissão que hoje exerço; tenho orgulho em vestir a farda e posso dizer que é um trabalho árduo, mas muito gratificante. Esse evento é importante para motivar a todas”, destaca.

Uma das organizadoras do encontro, a capitã Rafaela Diotalevi, contou que a ideia é reunir as bombeiros do Paraná para trocar experiências. “Hoje nós podemos discutir assuntos pertinentes à corporação e enaltecer o trabalho da mulher, abrindo espaço para que possamos cumprir com nossa missão da melhor maneira possível. O atendimento ao cidadão.”
Participaram do evento, além da Governadora Cida Borghetti, o Diretor Heral da Secretaria de Segurança Pública coronel Orlando Arthur da Costa, a Comandante-Geral da PM, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha; o Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Fabio Mariano de Oliveira; o Chefe do Estado Maior e Subcomandante do Corpo de Bombeiros, o coronel Edmilson de Barros; o coronel da Reserva Remunerada da PM, coronel Sérgio Luiz Malucelli; a coronel da Reserva Remunerada da PMPR Rita Aparecida de Oliveira; a tenente-coronel do Corpo de Bombeiros de Alagoas Camila Paiva Barbosa), a deputada estadual Maria Vitória e oficiais e praças bombeiras.
 
Fonte: http://www.bombeiros.pr.gov.br/

Curitiba, 28 de junho de 2018. 1º Encontro Estadual de Bombeiras Militares

Curitiba, 28 de junho de 2018. 1º Encontro Estadual de Bombeiras Militares

Curitiba, 28 de junho de 2018. 1º Encontro Estadual de Bombeiras Militares

Curitiba, 28 de junho de 2018. 1º Encontro Estadual de Bombeiras Militares

× Converse no WhatsApp